Copa das Confederações

Uma das minhas preocupações quando cheguei aqui foi a de conseguir os ingressos, pois estavam disponíveis apenas no site da fifa e era necessário fazer um cadastro e esperar pela aprovação – e nem todos seriam aprovados, ficava a critério da fifa. Fiz o cadastro e, não sei porquê, não fui aprovado.

Achei que não conseguiria assistir aos jogos, mas alguns amigos tinham sido aprovados e tinham ingressos extras, então certamente conseguiria comprar algum.

Depois de um tempo, a fifa abriu postos de venda, sem a necessidade de cadastro e aprovação – que foi quando eu consegui comprar os ingressos.

A princípio comprei apenas dois jogos da primeira fase (Brasil x Itália estava muito caro, por isso não comprei) e a final. Custaram aproximadamente R$50 os da primeira fase e R$100 a final.

Porém, como alguns amigos tinham ingressos extras acabei comprando o ingresso pra Brasil x Itália e também para África do Sul x Iraque e Itália x Egito.

No final, assisti a sete jogos e do Brasil eu só não vi Brasil x África do Sul na semi-final.

A organização estava razoável, porém acredito que para um evento maior, como será a copa do mundo, algumas coisas tem que melhorar.

Como aqui praticamente não há transporte coletivo, todos vão aos estádios de carro, causando grandes congestionamentos.

As ruas próximas aos estádios eram bloqueadas e existiam estacionamentos oficiais da fifa (onde você parava o carro e ia a pé ou um ônibus te levava até próximo ao estádio), porém a sinalização para estes estacionamentos não estava lá essas coisas e os policiais e seguranças do local não sabiam informar direito onde eram.

Consequentemente, existia um número incontável de flanelinhas querendo que você estacionasse nas ruas, que muitas vezes não pareciam seguras. No entanto, existiam muitos policiais nos arredores dos estádios.

Com relação aos estádios, eu achei muito bons. A entrada era tranquila, tinha bastante gente para orientar, todos os lugares eram marcados e em um dos banheiros que fui tinha até sabonete. Porém os atendentes dos lugares onde se vendia comida e bebida poderiam ser melhor treinados, pois demoravam muito, o que era motivo para longas filas.

As tão faladas vuvuzelas da torcida, na minha opinião, não incomodam tanto quando se está no estádio. Como fazem parte da cultura local e são até divertidas para quem as usa, acho que a mídia deveria parar com essa frescura de querer baní-las.

E a torcida daqui é algo a ser destacado. O pessoal que vai ao estádio queria ver espetáculo, não importando quem ganhasse, ou seja, qualquer lance legal, independente do time, era motivo de comemoração.

Somando tudo, acho que a África do Sul até mandou bem na Copa das Confederações, pois eles quiseram apenas fazer o simples e da melhor forma que pudessem.

E foi muito bom ver o Brasil campeão, até porque eu nunca havia visto um jogo da seleção brasileira no Brasil.